Mortalidade devido ao retardo no tratamento do câncer: Revisão sistemática e metanálise.

Novembro Azul: Informação também é prevenção
06/11/2020
Novo programa de rastreamento oncológico do Real Hospital Português
16/11/2020

Mortalidade devido ao retardo no tratamento do câncer: Revisão sistemática e metanálise.

Timothy P Hanna. British Medical Journal, novembro de 2020, comentado por   

Metanálises prévias tem mostrado o impacto para o início do tratamento do câncer em relação a controle local e mortalidade, particularmente em câncer de mama e colorretal. No entanto há grande variabilidade nos estudos com relação ao tempo, o que limita conclusões dos estudos prévios.

A necessidade de entender o impacto do retardo ficou ainda mais pronunciada durante a pandemia do novo coronavírus e muitos países tem experimentado atrasos de cirurgia, radioterapia e tratamentos sistêmicos.

O objetivo do estudo recentemente publicado online foi fornecer evidência mais recente para guiar uma política nacional e organização dos serviços e priorização de cuidados investigando a associação entre retardo do tratamento e mortalidade de sete tipos de tumores e três modalidades de tratamento curativo (cirurgia, radioterapia e terapia sistêmica – adjuvante, neoadjuvante e definitiva.
Os estudos entre 2000 e 2020 foram analisados através de metodologia específica para determinar estudos de alta qualidade avaliando o impacto do retardo para um determinado tipo de câncer. Sendo os tumores selecionados o de mama, cólon, reto, bexiga, pulmão, colo uterino e cabeça e pescoço, que representam 44% dos casos mundiais.

Foram identificados 34 estudos, totalizando mais de um milhão de pacientes.

Dentre os principais resultados foi observado que um atraso de quatro semanas para início do tratamento cirúrgico, radioterapia ou terapia sistêmica aumentou o risco de morte por câncer.

Tais resultados são importantes para orientar políticas e fluxos que agilizem o início do tratamento entre pacientes com câncer.

Author profile
Dr. José Fernando do Prado Moura
Médico Oncologista at Real Instituto de Oncologia

Graduado em Medicina pela Universidade Federal de Pernambuco – UFPE.
Residência em Clínica Médica: Hospital Barão de Lucena - Secretaria Estadual de Saúde de PE.
Residência em Oncologia Clínica pelo AC Camargo Cancer Center, São Paulo-SP.
Mestrado em Ciências/Oncologia pelo pelo AC Camargo Cancer Center.
Doutorado (em curso) IMIP/Universidade Federal de São Paulo.
Preceptor da Residência de Oncologia Clínica do IMIP e Real Hospital Português

Buy now