Trametinib versus standard of care in patients with recurrent low-grade serous ovarian cancer (GOG 281/LOGS): an international, randomised, open-label, multicentre, phase 2/3 trial.
04/03/2022
Spartalizumab + Dabrafenib e Trametinib em Melanoma Metastático BRAFV600 mutado (COMBI-i)
18/04/2022

Expansão do perfil de tumores associado à mutação de brca 1 e 2 – Novos dados que podem influenciar na indicação de investigação e manejo desses cânceres.

Por Dra Cecília Arraes

Atualmente, temos evidências de quatro grupos de tumores associados à mutação em BRCA 1 e 2 – próstata, pâncreas, mama e Ovário. O médico oncologista já tem autorização de fazer investigação de síndromes hereditárias na presença desses tumores. Na semana passada, um artigo japonês levanta novos dados que nos permite concluir que as mutações patogênicas em BRCA 1 e 2 podem estar associadas a outros tumores. Essa correlação já foi estudada em outros trabalhos, para os tumores do trato biliar, colo uterino, colorretal, endométrio, esôfago e estômago, mas provavelmente por tamanho pequeno da amostra, não foi provado associação. É necessário provar esta associação para que possamos melhorar nossa proposta terapêutica para esses tumores e aconselhar familiares.

O trabalho japonês publicado no JAMA Oncology estudou amostras de 65.108 pacientes com 14 tipos diferentes de câncer (trato biliar, mama, cervical, colorretal, endometrial, esofágico, gástrico, fígado, pulmão, linfoma, ovário, pâncreas, próstata e rim) do banco de dados japonês entre abril de 2003 e março de 2018. Também foram incluídos 38.153 controles com 20 anos ou mais sem histórico ou histórico familiar de câncer (parentes de primeiro e segundo graus).

O principal dado extraído deste estudo foi demonstrar associação de risco de outros cânceres. Variantes patogênicas no BRCA1 foram significativamente associadas ao aumento do risco de 5 tipos de câncer: câncer de ovário, mama feminina, trato biliar, gástrico e pancreático. Variantes patogênicas em BRCA2 foram associados ao aumento do risco de 7 tipos de câncer: mama feminina, gástrico, ovário, mama masculina, pâncreas, próstata e câncer de esôfago. Também se observou uma associação com linfoma e câncer de pulmão para BRCA1 e câncer de endométrio, colo do útero, rim e fígado para BRCA2.

Outro dado que chamou atenção é o risco acumulado de desenvolver câncer ao longo da vida. O risco cumulativo de câncer até a idade de 85 anos foi estimado para portadores e não portadores de variantes patogênicas em BRCA1 e/ou BRCA2 para os 7 tipos de câncer significativamente associados. No BRCA1, o câncer de mama apresentou o maior risco cumulativo com 72,5%, seguido por câncer de ovário com 65,6%, câncer gástrico com 21,3%, câncer de pâncreas com 16% e câncer do trato biliar com 11,2%. Para o BRCA2, o maior risco cumulativo também foi câncer de mama com 58,3%, seguido de câncer de próstata com 24,5%, câncer gástrico com 19,3%, câncer de ovário com 14,8%, câncer de pâncreas com 13,7% e câncer de esôfago com 5,2%.

O paper demonstrou ainda uma associação de menor risco entre a história familiar e o tipo de Câncer – sendo 2,4% para câncer de endométrio chegando a 28,7% para o Câncer gástrico.

O autores concluem que os cânceres do trato biliar, esofágico e gástrico foram significativamente associados ao status da variante patogênica BRCA1 e/ou BRCA2 , além dos 4 tipos de câncer já estabelecidos. Seis outros tipos de câncer mostraram uma associação. Pacientes com variantes patogênicas eram mais propensos a relatar uma história familiar.

Este trabalho mostra a importância de ampliar a investigação neste cenário, uma vez que o estudo acima contemplou apenas a população japonesa, que claramente, tem fatores epidemiológicos diferentes dos ocidentais, para que possamos avançar na prevenção, diagnóstico precoce e aprimoramento terapêutico.

Abaixo, segue tabelas de associação entre os tumores e as mutações patogênicas que consta no trabalho para facilitar o entendimento.

BIBLIOGRAFIA:

  • Momozawa Y, Sasai R, Usui Y, et al. Expansion of Cancer Risk Profile for BRCA1and BRCA2 Pathogenic Variants. JAMA Oncol. Published online April 14, 2022. doi:10.1001/jamaoncol.2022.0476
Buy now